Edição 742

  • Estados Unidos, em despropósito saudosista, reciclam lógica da Guerra Fria

    eua bandeira costela.gifUm dos efeitos é a crescente presença das corporações militares, com projetos dispendiosos, aprovados diuturnamente no Congresso, sob justificativa da segurança da população contra comunistas no passado e terroristas hoje. Advogam que por isso não há desafiantes ao seu poderio.

  • Descompasso do Legislativo

    congresso_nacional.jpgSerá preciso encontrar uma forma de organizar no Brasil os "distritos eleitorais". Não só em vista das eleições dos deputados, mas, sobretudo, em vista do exercício eficaz dos seus mandatos.

  • Fazendo de conta de que não é conosco

    brcarroca.jpgHá dois meses o Brasil foi condenado pela Corte Interamericana de Direitos Humanos, no caso "Guerrilha do Araguaia". O novo governo federal procedeu como se nada tivesse a ver com isso.

  • Obesidade versus Desnutrição: duas faces do mesmo problema

    ilus_monstro_cabecas_kipper.jpgNota-se que há no país uma abordagem polarizada acerca desta questão, que tende a colocar a fome e a desnutrição como problemas inerentes à pobreza, e a obesidade como conseqüência do poder aquisitivo da população.

  • Protestos justos e indispensáveis

    O governo recusa-se a aumentar o salário mínimo mais de 5%, quando se sabe que a inflação não é a mesma para todas as categorias de pessoas. Um aumento de 10% na passagem de ônibus não afeta os que utilizam automóvel. Portanto, o descompasso evidente entre o ajuste do preço das passagens e o do salário mínimo explica a onda de protestos e ocupações, organizada especialmente pela juventude. É preciso apoiar.

  • A culpada é a música. Music is the best!

    filme_persepolis.jpgEm 1979, a Revolução no Irã impôs férrea censura ao rock e outras formas da “cultura decadente do Ocidente”. Persépolis traz uma cena que alude a tal fato.

  • Eleições na Argentina

    bandeira_argentina.jpgViúva, Cristina busca hoje sua reeleição sem o carisma do marido. Seu governo tumultuoso foi marcado pela rebelião dos produtores agrícolas e pelos conflitos no interior do peronismo.

     

  • Egito, a aposta no leopardo

    piramides.jpgO problema que se apresenta a Obama é construir um "mubarakismo" sem Mubarak. Isto é, garantir uma mudança por um substituto adequado à autocracia pró-EUA.

  • Alimentos, juros e câmbio

    br_alimentos_juros.jpgPara continuar elevando a capacidade de compra das camadas pobres da população e erradicar a miséria, como quer a presidenta Dilma, e ao mesmo tempo evitar a inflação, será necessário multiplicar por dois, três ou mais vezes a produção de alimentos, a baixos custos.

     

  • A farra com o dinheiro do povo ou a podridão das instituições brasileiras

    dinheirosecando.jpgOs acontecimentos políticos do início deste ano de 2011 não poderiam ser mais reveladores do que vem ocorrendo no Brasil durante todos esses anos de vida republicana: um país marcado pela corrupção e podridão das suas instituições e descompromisso dos governantes com a vida do povo.

     

     

  • As Nucleares no São Francisco

    rio_saofrancisco.jpgAgora o governo fala em construir pelo menos 50 usinas atômicas no Brasil, claro, começando pelo rio São Francisco. Certamente, nosso Velho Chico é mesmo a lixeira do Brasil.

  • Medicamento ou veneno?

    familia.jpgO aumento da média de vida da população aconteceu muito mais em função das conquistas sociais bancadas pela população trabalhadora do que propriamente das conquistas científicas.

  • A despeito das tragédias e por megaeventos, Rio prossegue loteando-se ao capital

    ventania.jpgApós chuvas que colapsaram a Região Serrana do Rio de Janeiro no início do ano, o Brasil voltou a registrar mais uma inacreditável tragédia, com 800 mortos e destruição praticamente completa das cidades atingidas.