Edição 738

  • Um ano emblemático

    2011_pensador.jpgO renascimento das lutas classistas, como apontam alguns indícios, talvez já em 2011, pode colocar o governo Dilma diante de desafios diferentes dos enfrentados pelo governo Lula.

  • Juiz aposentado compulsoriamente reafirma desrespeito do Judiciário pelos presos

    ft_livingston_machado.jpgNesta entrevista concedida ao Correio, o juiz comenta o lamentável episódio do presídio de Pedrinhas (MA), no qual uma rebelião há cerca de dois meses terminou com 18 mortes.

  • Um prato de lentilha

    lentilha.jpgTem-se numa ponta um povo alegre gozando a "felicidade dos inocentes". Na outra ponta, mais alegre e consciente, está a burguesia, que "nunca antes, na história deste país", gozou de tanta tranqüilidade e fartos lucros.

  • Governo Dilma: esperanças e interrogações

    ft_dilma_roussef.jpgO governo Dilma não tem só a incumbência da continuidade, que poderia parecer falta de inspiração diante da novidade. Ao contrário. O novo governo tem a clara incumbência da consolidação.

  • Perspectivas para 2011: herança maldita?

    olhando_2011.jpgHá oito anos, as forças lulistas diziam que ele havia recebido uma "herança maldita", relacionada com as dívidas externa e interna. Se era maldita aquela herança, como poderemos situar a atual realidade?

  • São Lucas ou São Lucros?

    numeros.jpgNo modelo capitalista vigente, atende-se a um corpo doente, que se torna um número, um objeto de lucro. Contrariamente, saúde não gera lucros, mas dá direitos, transforma.

  • Os Estados Unidos contra Thomas Jefferson

    ft_barack_obama.jpgÉ exatamente o que o governo Obama está fazendo ao procurar criminalizar a liberdade de imprensa, protegida pela emenda 1 da Constituição, na guerra que declarou ao WikiLeaks e Julian Assange.

  • Estados Unidos: perspectiva negativa para 2011

    eua_partidocha.jpgO real objetivo republicano é impedir o êxito democrata no pleito presidencial de 2012, ainda que em detrimento não somente da população norte-americana, mas da própria sociedade internacional.

  • O que poderemos esperar do ano de 2011?

    ampulheta.jpgA preocupação maior dos dirigentes do governo parece ser a inflação e sua funcionalidade para justificar uma política de juros altos e garantia de lucros fáceis aos capitais rentistas.

  • Perspectivas econômicas para 2011

    no_na_corda.jpgO nó górdio de nosso crescimento é a reprodução de dois dilemas: maior dependência externa, maior desigualdade na repartição do excedente econômico, com renda e riqueza ultraconcentradas.

  • Patada ecológica

    brasil_desmatamento.jpgQuem conhece a lógica da biodiversidade sabe que nenhuma espécie sozinha é danosa ao equilíbrio da vida. Porém, quando se torna monocultivo, passa a ser um problema, não uma solução.

  • 2011: um ano para se esquecer?

    belomonte_nao.jpgPelo que tenho visto, a resistência à usina de Belo Monte não conseguirá atrapalhar o início das obras. E a opinião pública brasileira não se sensibilizará, pois o contra-argumento falso de que será bom para o desenvolvimento do país ainda cola com a maioria.

  • A política entre o mito e a mentira

    eua_dragao_garfo.jpgA moral da história não poderia ser outra: os EUA terão de escolher ou o caos, o voluntarismo e a violência do estado de natureza, ou a unidade formal e legal, a justiça racionalmente administrada do estado político. Seremos capazes de realizar tal façanha?

  • Por que me faz mal o Natal, e só festejo o Ano Novo

    estourando_champanhe.jpgCelebro o Primeiro do Ano, tradição pagã, sem religião e cor, festa plebéia, aberta a todos, sem discursos melosos, celebrada na praça e na rua, no virar da noite, ao pipocar dos fogos lançados contra os céus.

  • Feliz 2011

    2011.jpgAno de romper barreiras do preconceito, derrubar cercas da ganância, fertilizar com sementes altruístas o chão no qual pisamos.

  • Feliz 2011, “mas eu vou voltar pro buraco!”

    buraco.jpgResolvi escrever um fictício diálogo entre este mineiro do esquete e os jornalistas, após ter passado os oito anos do governo Lulla lá embaixo, preso na mina em que trabalhava.

  • 2011 esportivo: seleção em obras e obras para toda a nação

    capacete.jpgAs principais cidades têm tudo para se transformar num enorme e exasperante canteiro de obras. Fora o massacre que pode ser perpetrado contra comunidades em áreas de interesse empresarial.

  • Perspectivas para 2011

    Dilma já anunciou a volta da CPMF e a redução de gastos públicos, o que indica claramente o fim da farra do consumismo. A forte presença do PMDB no governo é garantia de escândalos. Previsível é o comportamento dos derrotados. Sem divergências quanto ao modelo econômico e social, irão se dedicar à oposição canalha. O desafio da esquerda é assumir a oposição patriótica.

  • 2011: ‘novo’ governo permanecerá na esfera da naturalização da desigualdade

    perspectivas2011.jpgEncerra-se o mandato do primeiro presidente-operário e tem início o governo da primeira mulher eleita presidente do Brasil.

  • Estado democrático e a segurança

    grades_prisao.jpgVive-se, é perceptível, um dos períodos mais violentos da sociedade brasileira; 3ª população carcerária do planeta, tem também as piores prisões, provocando reincidência de 90%, verdadeiro escândalo.