Edição 712

  • Estatuto da Igualdade Racial: 'Luta Social ou Luta de Raça?'

    brasil_igualdade.jpgA versão do Estatuto da Igualdade Racial recém aprovada pelo Senado foi bastante discutida nas últimas semanas. O historiador Mário Maestri amplifica os termos desse debate, tomando-o a partir da atual sociedade capitalista.

  • Pelegos? Ficha Limpa neles!

    justica_estatua.jpgAtentem-se! O que há de "chefões" que esticam seus "negócios" por cooperativas em nome de laranjas, corrompem delegados, promotores... Pelegos com guarda-costas, secretária...

  • A política brasileira passa pelo twitter

    twitter.jpgPara o bem ou para o mal, parece que as redes de relacionamento, principalmente o microblog, vieram para ficar e os políticos não podem prescindir desta importante ferramenta.

  • Por trás da demissão do general McChrystal, o fiasco no Afeganistão

    casabranca_obama.jpgA estratégia da Contra-Insurgência de se aproximar de governo e autoridades locais para orientá-las na reconstrução do país não foi bem.
  • De que lado devemos estar?

    ilus_cara_a_cara_kipper.jpgAinda comparando com a greve em Fortaleza, paremos para pensar. Quando e em que circunstâncias o Estado levantou o seu braço armado para reprimir as classes patronais?

  • O MST, a esquerda e o “descenso” das massas

    mstbandeira.jpgTodos que lutam pela superação do capitalismo precisamos beber nas fontes das ações do MST nos anos 1990 e início dos 2000 e deixarmos o discurso de "descenso das massas".

  • Indecisão de rumo no Afeganistão

    eua_dragao_garfo.jpgO que não se decidiu ainda é como se explorarão as riquezas de seu subsolo; assim, outro embate poderá vir em breve, caso queiram participar também companhias de países da OTAN.
  • Modelo econômico e dependência

    lulaperfil.jpgSe os tucanos traíram o povo brasileiro, a política "lulo-petista" não deixou por menos. Somos hoje muito mais dependentes do capital internacional e vivemos ao sabor dos seus humores.

  • O STF e a tortura

    stf.jpgO que fica da lamentável decisão do mais alto tribunal do país é a idéia de que a tortura é crime político e por isso os praticantes da tortura foram anistiados.

  • Ainda a Copa: distinguindo heróis de celebridades

    copadomundo.jpgSem querer jogar água fria na alegria pela vitória brasileira nem negar que o futebol é um belo esporte. Mas... por isso mesmo, é necessário deturpá-lo e magnificá-lo desta maneira e a este ponto?

     

  • Cuidado! Já voltamos a correr alto risco

    Quem usa o aeroporto de Congonhas já está de novo correndo risco: na semana passada um piloto em operação de aterrissagem teve que fazer uma rápida manobra porque detectou a presença de outra aeronave na mesma rota. Quem usa Congonhas com freqüência percebe claramente que o volume de operação já voltou ao nível pré-desastre da TAM. Os lucros dos capitais que se valorizam com a exploração do aeroporto voltaram ao normal. Em outras palavras: os seres humanos voltaram a correr altos riscos.

  • Entre a política e o dogma

    xilocidaderostos.gifO desafio da esquerda consiste em reconhecer que a grande maioria do povo pretende fazer a experiência dos avanços e conquistas paulatinas, pela via eleitoral e pressão social limitada.

  • Herzog, o último diálogo

    ft_wladimir_herzog.jpgNo dia 30 de abril de 2010, o STF decretou a segunda morte de Vladimir Herzog ao absolver, por 7 votos a 2, os crimes hediondos cometidos pela ditadura militar brasileira ao longo de 21 anos.

  • Copa do Mundo de Gaza

    escanteio.jpgA Copa do Mundo de Gaza teve a intenção de simbolicamente quebrar o sufocante cerco na Faixa de Gaza. "Por estarmos proibidos de cruzar a fronteira, nós convidamos o mundo para a nossa casa", comentou um jornalista.

  • Nordeste de luto

    enchente_altamira.jpgLembremo-nos das chuvas torrenciais em 2008 sobre PI, CE e MA. Portanto, os tais fenômenos extremos dos quais que nos falam os estudiosos do clima estão realmente já acontecendo.

  • Lula em Altamira: a “democracia” acompanhada de forte aparato militar

    lula_altamira.jpgA escolha do estádio para o comício foi estratégica, pois o local é cercado por muros e conta com apenas duas entradas, o que dificultaria a passagem de manifestantes.