Edição 658

  • Diploma desnecessário: uma vitória da lógica e da democracia

    capelos_voadores.jpgO fim da exigência do diploma acaba com uma barreira corporativista tacanha, de um sindicalismo medíocre, e não significa o fim das escolas de jornalismo.

  • Estado palestino: um jogo de paciência

    homem_andando_corda.jpgObama visa conquistar a opinião do povo israelense, dos políticos dos Estados Unidos e dos judeus americanos. Joga com a pressão desses públicos para conduzir Netanyahu a fazer concessões pelo menos razoáveis. Começa a ter êxito.

  • A truncada história do pré-sal

    torre_petroleo.jpgArtigos falaciosos e CPI inauguram a fase de se tentar conquistar sua opinião a qualquer custo, para depois usurparem sua riqueza.

  • Europa: direita, volver!

    mapa_europa_vermelho.jpgPor que a esquerda faliu na Europa? Entre várias hipóteses, a dificuldade de entender que a classe operária já não é a mesma da primeira metade do século XX.

  • A greve na USP e a fala de Antonio Candido

    A presença de Antonio Candido no ato público de apoio à greve dos funcionários administrativos da Universidade de São Paulo deu ao movimento um novo significado: não se trata apenas de uma justa reivindicação salarial; trata-se do resgate de um sonho. O que está havendo na USP é a deterioração do "clima universitário" e o culpado é o sutil processo de privatização que seus atuais dirigentes impulsionam. Tal processo provocou a fissura, que se estabeleceu entre professores e departamentos financiados pelo capital privado para fazer pesquisas, de um lado, e professores sem recursos para fazê-las de outro.

  • Com a cumplicidade do governo e da mídia, ‘Vale é uma máquina de destruição’

    semterrapedra.jpgO Correio da Cidadania conversou com duas importantes figuras das regiões de atuação da Vale, das poucas que ainda combatem as mazelas provocadas por uma multinacional que desde sua indesejada privatização provoca danos ambientais e sócio-econômicos crescentes ao país.

  • Dispensa de diploma deve aumentar exploração no jornalismo

    diploma_jornalismo.jpgA exigência contribuiu para elevar o nível intelectual e cultural da categoria de maneira geral, apesar dos cursos ruins e picaretas – que existem nas demais áreas.

  • Apoteose da pequena política

    apoteose_politica.jpgLula e Sarney são peças chaves do quebra-cabeças, onde a junção da "vanguarda do atraso" com o "atraso da vanguarda" resulta no que aí está.

  • Tipo assim

    tipo.jpgTipo assim, as pessoas fazem tipo, entendeu? Não é artificial não, vem de dentro, ou vem de fora, vem da sociedade, dos astros, mas também tem essa coisa inconsciente, entendeu?

  • A crise não passou sua fatura de barbárie

    marola_crise.jpgO crescimento econômico recente não foi captado pelo mercado de trabalho brasileiro. As taxas de desemprego de 5% a 6% seriam insuportáveis para a burguesia brasileira.

  • Avanços e deficiências da cobertura policial

    jornal.jpgHomem branco, 35 a 40 anos, morador da zona sul do Rio ou dos Jardins da capital paulista. É o perfil de vítima de homicídios dos grandes jornais e emissoras brasileiros.

  • ‘Reprimarização’ da economia permanece como maior aposta para ‘saída’ da crise

    bolsas_caindo.jpgOs dados das contas de comércio e finanças externas estão cada vez mais explícitos sobre a característica dominante do ajuste do comércio externo brasileiro, antes e durante a crise financeira global.

  • Mobilização e consciência

    semterrapedra.jpgOs líderes conscientes têm importância na organização e decisão da luta, mas, sem levar em conta o real aprendizado das massas, cometerão erros que os distanciarão delas.

  • Obstáculos e possibilidades da reforma agrária

    mapa_brasil_verdeeterra.jpgNão é uma inevitabilidade, mas alternativa de outro desenvolvimento e sociedade para o qual existe demanda. Será que não podemos formar um novo setor agrícola?

  • Socialismo, contradições e perspectivas

    foicemartelo2.jpgO socialismo só se justifica, como sistema e proposta, na medida em que tem por objetivo não o bom funcionamento da economia, e sim das relações humanas.

  • As grades de proteção

    grades_prisao.jpgCom elas, resplandece a postura hedionda de se usar a persecução penal para controlar problemas gerados pela mais vergonhosa desigualdade social.

  • Obama e as veias abertas da América Latina

    ft_barack_obama2.jpg Os EUA não são o protagonista do novo, que virá do aprofundamento do processo de reconquista de soberania e de superação da dependência, iniciada na redemocratização dos anos 80.

  • Kátia Abreu anula a lei da gravidade

    ft_katia_abreu.jpgA senadora do desmatamento é a versão moderna do prefeito que quis anular a lei da gravidade, a obtusidade que se esconde atrás de um discurso que se pretende moderno. Para pessoas como Kátia Abreu, o mundo não existe, só existe seu negócio.

  • Brasil assina a sua própria derrocada

    brmapaestrelapt.jpgEstupram-se 60% de seu território para a satisfação imediata do apetite devorador das camarilhas do poder, associadas ao dinheiro espúrio, nacional e internacional.

  • A “Loura” não é má

    ft_luizianelins.jpgTudo mudou quando a nossa heroína Luiziane passou para o outro lado do balcão e deixou de ser uma parlamentar livre das amarras, tornando-se gestora da desigualdade.

  • Governo empresta ao FMI dinheiro que corta das áreas sociais

    dinheiro_montanha.jpgSer credor do Fundo significa pegar os recursos que faltam às urgentes demandas sociais brasileiras para aplicar e fortalecer as políticas comprovadamente equivocadas do FMI.