Edição 635

  • Paradoxo do signo

    camera16mm.jpgAntonioni foca bem: o recorte da câmera – do fotógrafo, do cineasta – revela ocultando; ao deixar muitas coisas de fora, revela outras – amplia a percepção, restringindo-a.

  • Oração Do Pai-nosso

    maos_em_oracao.jpgVenha a nós o vosso Reino para saciar-nos a fome de beleza e semear partilha onde há acúmulo, alegria onde irrompeu a dor, gosto de festa onde campeia desolação.

  • 2009: a esperança vencerá a crise?

    maos_dadas.jpgMachado de Assis, grande escritor brasileiro, dizia que "Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa apagar o caso escrito".

  • O meio ambiente em 2009: perspectiva

    floresta_amazonica2.jpgO dilema entre preservar o que resta e manter o nível de produção e, conseqüentemente, de emprego, fatores inevitavelmente sempre ligados, vai continuar a desafiar a humanidade.

  • 2009 não nos reservará boas notícias

    2009_crise.jpgEstá claro que a conjuntura econômica mudou e 2009 não nos reservará boas notícias. Redução no nível da atividade econômica e desemprego em alta parecem ser inevitáveis.

  • As manchetes de 2009

    manchetes.jpgO governo brasileiro pode, e vai, remar contra a maré recessiva internacional. Mas, do jeito que a economia está organizada, o seu desempenho depende muito dessa maré – e o governo não pode fazer nada pra mudá-la.

  • Oportunidade para ajudar

    brasil_crise.jpgCarga tributária é matéria da legislação que rege os tributos e sua redução pode ser realizada na lei de cada um. Que se aproveite a chance e se aperfeiçoe o imposto de renda.

  • Estados Unidos: perspectivas para o mandato de Obama

    ft_barack_obama2.jpgAs indicações do primeiro escalão são sinais inquietantes de que a renovação ocorreria depois de longa transição, de modo que a linha de fé atual, à primeira vista, permanecerá.

  • Uma perspectiva desafiante

    dolar_2009.jpgO problema da atual crise capitalista, para a esquerda, reside em que sua análise será indispensável para definir a estratégia e as táticas dos anos vindouros.

  • Perspectivas sombrias para os trabalhadores

    xilocidaderostos.gifComo o movimento social está muito dividido, as chances de uma ampla mobilização popular a fim de exigir profundas mudanças na política econômica são remotas.

  • Três cenários para 2010

    2009.jpgNada é pior para a oposição do que um "descolamento" do Brasil da crise internacional. Tal situação coroaria os oito anos de governo Lula, aos olhos do povão, como antítese da gestão tucano-pefelista, que sucumbiu em todas as crises internacionais que enfrentou.

  • Melhorar a Justiça, sobrevivência democrática

    estatua_justica.jpgMomentos de crise são grande oportunidade para avanços e superação. É assim que, neste momento de crise do Judiciário, proponho dez medidas para aprimorar a Justiça.

  • Feliz ano novo para o povo

    estourando_champanhe.jpgEstamos longe das mudanças que precisamos. Tantas vezes somos traídos, sangrados, capados e re-capados. Mas não há como desistir. Da luta do povo depende o futuro do povo.

  • 2009: crise do capitalismo generalizará e aprofundará a barbárie

    2009_crise.jpgNossa entrevista de começo de ano é o historiador Mário Maestri, para quem o momento seria de retomar a consciência da classe trabalhadora e recuperar a unidade perdida no passado.

  • 2009 trará saudades de 2008

    Numa conjuntura de grande incerteza, alguns economistas afirmam cautelosamente que o impacto será moderado; outros, que será muito forte e criará dificuldades de grandes proporções para o crescimento econômico do país. Traduzindo: no primeiro cenário, teremos um aumento discreto do desemprego; no segundo, um aumento exponencial. O que parece certo é o aumento da violência, que recairá sobre a população das favelas, morros e periferias (pobre contra pobres), o que dará pretexto para o Estado criminalizar a pobreza ainda mais do que em 2008.