Edição 634

  • Leilões da ANP: quem está depredando o patrimônio público?

    lula_maopetroleo.jpgOs conceitos estão invertidos neste país, assim como as mentes das autoridades, que prosseguem com os leilões e a violência contra aqueles que foram às ruas em defesa da soberania da União.

  • ANP: Bateram em Aliados

    protesto_anp.jpgMelancolicamente, o movimento sindical e social sofre uma derrota, com direito a espancamento, o que expôs a verdadeira faceta destes que ocupam o poder.

  • Esquina da história

    esquina_wallstreet.jpgA turbulência chegou e, como a casta financeira está blindada pelo governo, se instalou direto na economia real. Com isso, 2008 se encerra na brutal reversão de expectativas.

  • 2008 - Um retrospecto sóbrio

    fantasmade2008.jpgA crise é uma oportunidade para o governo Lula transformar suas forças de sustentação social e política de relativamente fracas para relativamente fortes. Tudo vai depender de como aproveitará os desafios das condições atuais.

  • Wall Street / 2008: um muro em ruínas

    wall_street_bull.jpgEm que pese as dificuldades, especialmente no Brasil, devido a uma relação de forças ainda desfavorável, não devemos ser defensivos diante da crise do capital.

  • 2008: Tudo que era sólido se desmanchou no ar

    2008_retrospectiva.jpgAo contrário dos 4 anos anteriores, e rompendo um circuito de pungente, ainda que traiçoeiro, ufanismo, os bons números para o crescimento e salários, emprego e inflação, com que se encerra o ano de 2008 não serão festejados pela população.
     

  • Dois anos em 2008

    lulinha_onda2008.jpgAinda que o ritmo de crescimento tenha sido freado no final do ano, os efeitos políticos da bonança econômica persistiram e o presidente Lula termina 2008 em alta com o povo.

  • O texto e a realidade

    dolares_voando.jpgA comercialização da educação, da saúde e da segurança demonstra a falência e a negação dos direitos sociais. Urgem providências que os desmercantilizem.

  • 2008 e a mobilização social

    2008_mobsocial.jpgSe as eleições foram um fator que impediu seu maior avanço, a crise da economia capitalista acaba por trazer uma enorme interrogação quanto à evolução das lutas sociais

  • O governo Lula dá adeus à reforma agrária

    lula_reformaagraria.jpgA política de reforma agrária está marcada por dois princípios: não fazê-la nas áreas de domínio do agronegócio e fazê-la apenas nas áreas onde ela possa "ajudá-lo".

  • Estatuto da Terra: o que mudou?

    cercamadeira.jpgA realidade hoje é diferente de 44 anos atrás. Se de um lado o Brasil não realizou a reforma agrária, de outro são inegáveis os avanços decorrentes das reivindicações dos trabalhadores.

  • Gaza: um povo em estado de coma

    faixadegaza.jpgAs sanções de Israel constituem crime de guerra pela IV Convenção de Genebra. De pouco adianta. Nenhum governo do ocidente terá coragem de levar os culpados ao banco dos réus.

  • Crise de 2008 e urgências para 2009: o colapso da estratégia econômica extrativista

    amlatina_extrativismo.jpgA crise econômica representa também uma crise do modelo extrativista de desenvolvimento, mais profundo e de maiores implicações para a América Latina.

  • Retrospectiva 2008 e sinais para 2009

    2008_2009.jpgSe prevalecer a repetição da convenção antiga, 2009 será péssimo; se aprendemos algumas lições, talvez seja oportunidade ímpar de repensar o desenvolvimento nacional.

  • 2008: o fim dos anos de "vacas gordas"

    vacasmagras.jpgPara esclarecer as raízes da crise é preciso falar do colapso do arcabouço de regulação e supervisão das finanças, que para algumas atividades tem regras estritas e para outras "liberou geral".

  • Continua a espoliação tributária

    dinheirosecando.jpgO substitutivo Mabel agrava a regressividade da tributação. A proposta de criação do IVA–Federal eleva a carga tributária, absorvida pelo povo nas mercadorias que adquire.

  • O meio ambiente em 2008: retrospectiva

    caminhodanatureza.jpgA grande surpresa do ano foi a crise econômica que parece não ter precedentes na história das nossas vidas e cujas conseqüências para o meio ambiente têm sido positivas.

  • Esportes: mais um ano que passou, e que perdemos

    calendario.jpgA partir de 2003 o esporte ganhou ferramentas que poderiam impulsioná-lo. O saldo é que estamos basicamente no mesmo estágio em que nos encontrávamos antes de todo o processo.

  • A prostituta, a neve, os sonhos

    claquete_cinema.jpgAinda que rompa com a estética do neo-realismo, o filme de Visconti termina com a dureza da vida comum, simbolizada pela perda de um amor impossível. Realidade e irrealidade coexistem.

  • Missa do Galo

    estrela.jpgVigora a religiosidade sem culpas, macroecumênica, fundada num Deus que dispensa hierarquias, manifesta-se pelas regras de ouro do marketing e tolera todas as nossas incoerências.

  • O Natal dos Cristãos

    bebe.jpgNo Natal, Deus nos mostra sua cara, num menino. O mistério da encarnação é para mim maior que o da própria ressurreição. Afinal, é da natureza de Deus não morrer.

  • Pensando no Natal

    presepio.jpgAs circunstâncias do nascimento de Jesus são contingentes. O fato fundamental é o mistério de encarnação, cujo significado permanece, desafiando nossa inteligência.

  • Natal para tempos de crise

    arvore_de_natal_branca.jpgEm lugar do consumo, a partilha; de abundância de comida, sobriedade; de infinitos embrulhos e presentes, a presença próxima dos que não têm motivo para comemorar.

  • Pneumonia sem febre em 2008

    Para o Correio, importantes são os fatos que alteram, para melhor ou pior, a situação social e a luta política do povo brasileiro. Sob este ponto vista, cabe mencionar: a opção do governo pelo modelo primário-exportador, a edição de MPs transferindo ao Ministério de Assuntos Estratégicos atribuições do INCRA, o aumento da violência do Estado contra os pobres e suas entidades de defesa, a ausência de debate político na campanha eleitoral. Como se vê, 2008 foi um ano muito ruim para a luta do povo, mas não se pode deixar de mencionar a manutenção dos índios de Roraima em suas terras ancestrais.