Edição 600

  • O valor da floresta

    floresta_amazonica.jpgNovas descobertas da ciência continuarão no papel enquanto não desejarmos realmente a preservação da floresta, mesmo que isso não seja defensável sob um ponto de vista puramente econômico. Danilo Pretti Di Giorgi.

  • Guerra ao pobre

    Nega-se a humanidade do pobre, a fim de justificar moralmente a guerra que se trava contra ele nas favelas e periferias, seja no apoio às medidas que facultam às polícias agir com maior truculência, seja pela audiência enorme dos programas de televisão que enaltecem a violência policial. A esquerda precisa colocar-se mais claramente do lado dos pobres nesta guerra.

  • Crise alimentar é o resultado do livre mercado e do abandono da política agrária

    milho_transgenico.jpgEm face de mais uma crise mundial que parece explosiva, com a fome e a inflação de alimentos se tornando noticiário nos vários cantos do planeta, conversamos com o professor Ariovaldo Umbelino, do departamento de Geografia da USP. Valéria Nader.

  • Cadê o agronegócio? Cadê os alimentos?

    prato_vazio.jpgA lógica das empresas do agronegócio é produzir mercadorias, não alimentos. Se mercadorias podem ser alimentos, nem sempre alimentos podem ser mercadorias. Bernardo Mançano Fernandes.

  • Arroz com Feijão. Os números do Censo Agropecuário

    brasil_feijao_arroz.jpgEnquanto nossas áreas de plantio da dupla caíram, a população cresceu. A fórmula da inflação dos alimentos está perfeita: menos área cultivada e produção, mais gente comendo. Roberto Malvezzi.

  • 1º de maio de 1968, 1ª resistência operária à ditadura

    primeiro_maio.jpg1º de maio não é dia de show. Só o peleguismo, a serviço dos interesses do capital espoliador, o transforma em dia de festas despolitizadas.

  • Criação de falsos inimigos e manipulação da mídia ancoram ‘popularidade’ de Uribe

    foto_uribe.jpgA Corte Suprema colombiana abriu uma investigação para apurar ligações dos membros dos partidos que respaldaram o presidente Uribe com os grupos paramilitares ou esquadrões da morte.  Pietro Lora Alarcón.

  • A grande tentação de Lula

    maca_mordida.jpgSegundo a CNT/Sensus, 50% dos eleitores querem Lula mais quatro anos, contra 70% que aprovam o seu governo. O que fazer se a taxa pró-reeleição começar a se aproximar da taxa de aprovação?

  • Messianismo tributário

    zipersol.jpgPropõe-se a centralização na União da política tributária no que é relevante, e se destrói toda a construção das fontes de recursos para a Seguridade Social, como concebida na Constituição de 88.

  • Problemas atuais da China

    bandeira_china.jpgNa história de quase 30 anos do programa de reformas e abertura da China, a correção e superação de um conjunto de problemas atuais talvez seja o teste mais crucial pelo qual o Estado chinês deverá passar.

  • Três trabalhos atraentes

    pilha_de_livros.jpgLer, pensar e escrever. Três trabalhos que atraem, subtraem, maltratam e enriquecem. Trabalhos ocultos, solitários. Trabalhos que aumentam a fome de trabalhar.

  • O processo penal e sua conformação constitucional

    ilus_justica_balanca.jpgA partir do modelo de Estado democrático, em que a Constituição consagra direitos e garantias individuais, devemos repensar o Código de Processo Penal. Dante D'Aquino.