Edição 572

  • A quem interessa os massacres nas favelas?

    A hipótese a ser analisada pelos que se dispõem a encarar o problema com seriedade é que essa extraordinária violência policial tem, na verdade, um conteúdo político: a sem cerimônia com que a Polícia mata inocentes nessas batalhas campais mostra aos favelados que eles serão massacrados se ousarem se rebelar contra a ordem estabelecida pelas camadas superiores da sociedade.

  • Criação de Gente

    quebracabeca.jpgVendo todos aqueles cuidados com animais e refletindo sobre a realidade de grande parcela da população do nosso país, veio-me à mente uma idéia totalmente absurda: criação confinada de gente.

  • Perigo! O Irã ameaça atender à ONU

    eua bush torre arma.gifDominando o Irã, diretamente ou através de um governo títere, os Estados Unidos terão todas as condições para conter as ambições da China e da Índia.

  • CPMF e DRU são discutidas sob óticas falaciosas

    dinheirosecando.jpgEm resumo, até que encontremos uma alternativa geral pela via de uma reforma tributária permanente, mais justa e mais eficiente, na há como abrir mão da CPMF.

  • Especulações em torno do verbo “to google”

    seloperisse.gifJá existem em português o “googlar” e o “guglar”. Verbo transitivo, inquisitivo, perseguidor, vasculhador. Mas nunca ouvi nenhum brasileiro empregá-lo...

  • A Previdência e a menopausa

    dinheirohomemmoeda.jpgNão é justo exigir de quem sofre mais acentuadamente os efeitos do desemprego e da informalidade um maior número de anos de contribuição. Por Henrique Júdice Magalhães.

  • Eleições na Argentina

    mundoossoeleicoes.jpgSe houver segundo turno, tudo indica que a disputa se travará entre duas mulheres: Cristina Kirchner e Elisa Carrió, embora Roberto Lavagna também esteja no páreo. Guillerma Gallo-Mendoza.

     

  • O calvário da CPMF

    dinheirofantasma.jpgA CPMF, essa cruz de letrinhas que todo brasileiro que é obrigado a receber em banco o seu minguado salário carrega nas costas, é um confisco que não ousa dizer o seu nome.
  • (In) fidelidade partidária

    caraacara.jpgA migração partidária era insignificante no primeiro sistema multipartidário brasileiro, mas tem evoluído sistematicamente nas últimas legislaturas. Por Dejalma Cremonese.

  • O Parque Eólico de Sobradinho

    cerebroplug.jpgUma nova onda energética recai sobre a região. À margem direita do lago, no município de Sobradinho, vai ser instalado o primeiro grande parque eólico brasileiro. Por Roberto Malvezzi (Gogó).

  • Um pouco do mundo Real

    jesussistema.jpgEnquanto o mundo real da dualidade capitalista não se esgotar, os capitalistas não podem livrar-se de empresas estatais e os socialistas se verão às voltas com a necessidade de operar "políticas capitalistas”.

     

  • Lula, um homem de sorte

    lulaperfil.jpgAté na hora de "privatizar", Lula tem muita sorte: em uma campanha eleitoral, o povão vai entender a coisa toda assim: o pedágio do Lula custa R$ 2, o do Serra custa R$ 11.

  • Indecência da tributação

    justicahomem.gifÉ triplo o benefício às grandes empresas que ganham lucros extraordinários: alíquota reduzida, base de cálculo heterodoxa (juros) e dedução dos juros, se houver lucro a ser tributado.
  • Revolução sem armas

    educacaochave.jpgA revolução na educação deve começar pelo ensino básico e, para isso, são necessárias outras armas – silenciosas - que resolvam os problemas do aprendizado e da evasão escolar. Por Osvaldo Russo.

  • “Grande mídia”: a verdadeira tropa da elite

    midia.gifNo momento em que houver verdadeiramente igualdade de oportunidades, poderemos então dizer que o criminoso pratica ações reprováveis porque assim escolheu. Por Max Luiz Gimenes

  • O que quer Heloísa Helena?

    biblia.jpgPresidente do partido ataca publicamente resolução do I Congresso sobre descriminalização do aborto. É uma prática autoritária e antidemocrática, que precisa acabar. Gilberto Maringoni.

     

  • Che (2): Homem e Exemplo

    che1.jpgO pensamento de CHE flui em um cenário de contradições, antes e depois da Revolução Cubana, e muitas questões que lhe parecem claras antes de 1959 serão revistas depois. Pietro Alarcón.