Edição 567

  • Podridão total

    PizzaSinto a decepção entre as pessoas com as quais convivo, assim como a crescente descrença nas instituições. Mas isso não basta, é importante ir além.
  • A fábula e a realidade

    SenadoO que a oposição queria com os processos contra Calheiros não era atingi-lo pelo que fez ou deixou de fazer, mas parar o processo legislativo.
  • Eleições na Guatemala são marco histórico para povo Maia

    GuatemalaA candidatura de Rigoberta Menchú foi um divisor de águas na história política da Guatemala. Por Mateus Alves.
  • O caso Renan e a degeneração da política

    bodehomem.jpgAnalisando a conjuntura política brasileira atual, temos assistido exatamente ao inverso da proposta grega sobre o real entendimento da política. Por Dejalma Cremonese.

  • Plebiscito e Senado

    PalhaçoAs duas votações, por caminhos opostos, alertam para a gravidade da situação política que estamos vivendo. Por D. Demétrio Valentini.

  • A bacia de Pilatos

    SenadoO Senado se transformou num sinédrio, cheio de herodianos, aliados do poder dominante. Por Leonardo Boff.
  • O que apodreceu não merece existir

    brbandeiragrito.jpgFoi educativamente demonstrada a inutilidade para o povo brasileiro dessa corte conhecida como Senado Federal.

  • Os significados da absolvição de Renan

    brcarroca.jpgMais do que atestar a força do governo, a absolvição de Renan Calheiros revelou ao país a fraqueza das oposições.

  • Mais recursos para a Educação

    cadernolapis.jpgA sociedade tem o direito e o dever de acompanhar de perto as discussões sobre a prorrogação da DRU, entender seus efeitos e reagir. Por Milú Villela.

  • Cadê a voz do biólogo?

    terraesquentando.jpg “Entender a natureza não é o suficiente. Cientistas também têm a obrigação moral de ajudar a salvar o que eles estudam”. Por Rodolfo Salm.

  • “Proálcool mundial”: lucros privados e custos sociais crescentes

    canavial.jpgÉ o custo social da opção “Brasil, grande canavial” o grave problema que se nos coloca no presente.

  • Enquanto Mônica vai à Playboy, o Senado e o PT ficam nus

    BrasilNa reta final do processo, ficou claro que o governo Lula estava envolvido com as manobras para livrar Renan da cassação.

  • Renan e a qualidade da política brasileira

    justicagrita.jpgUm assessor parlamentar nos dizia que o objeto real da destruição não era Renan, mas a empreiteira que o financiava. Por Roberto Malvezzi.

     

  • A simbiose Renan - Lula

    pflcaradepau.jpgO circo montado para a fatídica votação secreta do Senado foi uma apoteose da pequena política. O governo jogou pesado.

  • Senado afasta-se cabalmente da sociedade

    Renan Calheiros
    40 votos a favor, 35 contra e 6 abstenções garantiram a absolvição
    de Renan Calheiros, presidente do Senado (Foto: Wilson Dias/ABr)
  • Grandes investidores compram terras no Brasil

    Alega-se, baseando-se em obscuro parecer da Advocacia Geral da União (AGU), que não cabe a aplicação da lei porque os investidores estrangeiros adquirem apenas o controle acionário das usinas e, portanto, não se tornam proprietários das terras. Ora, trata-se de um sofisma.
  • Por favor, salvemos as crianças!

    blecaute.jpgÉ muito triste o Brasil não levar adiante o trabalho de preservação da vida. Maria Clara Luchetti Bingemer.
  • Ressuscitação de morto e criação de nascituro monstrengo

    dinheirocorpomulher.jpgO governo ressuscita um morto, a CPMF, e transforma-a em nascituro para proteção de seus direitos, dando-lhe eficácia para justificar gastos de salvação nacional.
  • As fases da Lua

    Rumos A sofreguidão esvaziou projetos, a gula cobiçosa devorou quimeras. O pragmatismo acelerou a epifania dos avatares do poder.
  • O Brasil passa por reprimarização

    brasilmicroscopio.jpg"O país só tem competitividade em produtos agrícolas e minerais", diz o economista Reinaldo Gonçalves. Por Mariana Durão.
  • Estratégias existenciais

    xadrezcortado.jpgTemos adversários, com quem vamos jogar o jogo da vida. Mesmo que com muito fair play, com muita elegância e educação, movemos nossas peças e não queremos levar xeque-mate.

  • Um país chamado Brasil

    BrasilA questão da Vale vale muito mais do que à primeira vista possa parecer. Vale a pena pensar nela, e assumir nosso posicionamento responsável. D. Demétrio Valentini.

  • O maior roubo do mundo

    BrasilA vitória da contra-revolução neoliberal nos anos 1980-90 determinou derrota histórica, ainda não superada, do mundo do trabalho. Mário Maestri.
  • Mais uma vez Grito e Plebiscito mobilizam o Brasil

    ExcluídosDados da secretaria nacional do Grito dos Excluídos/as já indicam uma grande mobilização popular. Luciane Udovic e Luiz Bassegio.
  • O PT e a reforma agrária

    LulaEm seu III Congresso, o PT reconheceu que os avanços de Lula são ainda insuficientes para alterar a estrutura fundiária concentradora e injusta. Oswaldo Russo.

  • O mito da idade mínima

    Na maioria dos países, a dificuldade para encontrar emprego após os 50 anos permite o recebimento de generosíssimas prestações de seguro-desemprego. Este benefício, que no Brasil não dura mais que 5 meses e tem teto de R$ 710,97, é pago sem limite de valor na maioria dos países europeus durante um período de 5 anos (França), 4 anos (Dinamarca) ou sem limite de tempo (Alemanha).