Edição 558

  • Dilemas do crescimento e do desenvolvimento na conjuntura

    dinheirocortahomem.gifA chamada “política macro” vende a ilusão de que tudo está arranjado para o crescimento sustentado, mas debate-se com forte contradição.

  • UNE: um congresso problemático

    Está na hora de um grande encontro entre os estudantes do campo do socialismo para superar desencontros do passado, a fim de estabelecer uma estratégia comum de atuação na política estudantil. Não se pode aceitar que uma entidade da importância da UNE deixe de participar do esforço de resistir à reversão colonial e de reestabelecer o entusiasmo pela construção da nação brasileira.
  • Sol negro

    Movimento NegroÉ importante assinalar que, para nós negros e negras, é importante falar sobre a esquerda por nós mesmos. Artigo de Fábio Nogueira.

  • Bush corrige a pontaria (3): o Iraque

    George W. BushBush espera que, até setembro, a lei do petróleo seja aprovada pelo parlamento iraquiano. Afinal, foi para isso que os americanos conquistaram o país, sacrificando, até agora, 3.700 soldados.

  • A SBPC no vazio científico da Amazônia

    CiênciaApesar de todo o debate sobre a importância da Amazônia, seu peso hoje no panorama da pesquisa científica nacional é o mesmo dos anos 1980.
  • Direito de greve no serviço público

    TrabalhoSe a destruição do Estado é o objetivo, natural seja o seu quadro de recursos humanos também vítima desse desmonte. Airton Florentino de Barros.
  • Tempo e cura

    TempoNão é exato dizer que o tempo cura. Mas é na realidade do tempo que o humano projeta-se como existência.
  • A governabilidade da podridão

    binoculoscolor.jpgA “vanguarda do atraso” é imprescindível para a manutenção da hegemonia neoliberal, cuja condução tucanos e petistas disputam.

  • Eduardo III e a senatorial república

    CorrupçãoEm matéria de corrupção o Brasil dista, e muito, da taça de ouro e dos lírios. Restam-nos as ervas daninhas: bingos, caça-níqueis, novilhas e bois.

  • Brasil - Indignados e envergonhados

    CorrupçãoSe na questão política há o ânimo de condenar, o acusado, mesmo inocente, será condenado. Se há ânimo de absolver, mesmo corrupto, será absolvido. Por Leonardo Boff.

  • Resistência à usurpação

    ImpostosQuem pode pagar os tributos tem sido protegido pelo aparato legal. Esgota-se inclementemente a fonte produtora da riqueza, o nosso povo.
  • As folhas e as raízes

    BrasilVê-se que alguns setores da esquerda enxergam as folhas, mas nada sabem sobre as raízes que sustentam as árvores. Falam em neoliberalismo, sem atacar o capitalismo.
  • Apagões e luzes

    BlecauteEntre outros apagões da moda, está o “apagão do trânsito” em São Paulo. Carros demais, poluição, engarrafamentos. A cidade vai travar.
  • A cana e os biomas

    CanavialHoje a cana tomou conta de São Paulo, avança sobre o Cerrado, o Pantanal e, de forma perversa e irrigada, sobre as melhores manchas de solo da Caatinga. Artigo de Roberto Malvezzi.
  • Usinas do rio Madeira podem deixar legado de exclusão social

    Rio Madeira
    Rio Madeira: 5 mil famílias podem ser afetadas pela construção
    de usinas hidrelétricas na região (Foto Wilson Dias/ABr)
  • Projeto do Madeira é encomenda transnacional

    Rio MadeiraO Correio da Cidadania publica entrevista com Luis Fernando Novoa Garzon, sociólogo, professor da Universidade Federal de Rondônia e membro da Rede Brasil sobre Instituições Financeiras Multilaterais, que debate, entre outras, a questão da construção das usinas hidrelétricas no rio Madeira.
  • A não declarada Política Nacional de Meio Ambiente (1)

    florestaNuma série de três textos, são apresentadas as principais ações do governo federal com reflexo direto sobre os ecossistemas brasileiros e a qualidade de vida das comunidades constituintes. Por Marcelo Pompêo.

  • Armas não atiram rosas

    VídeoAssista ao documentário "Armas não atiram rosas", que relata os crimes há dez anos no acampamento de trabalhadores rurais Sem Terra no Engenho Camarazal, na Zona da Mata de Pernambuco.