Edição 551

  • Navalha, Renan e a nova crise política

    PolíticosA Operação Navalha e a denúncia contra Renan representam um verdadeiro terremoto no cenário político nacional. A quadrilha desbaratada pela Polícia Federal não é pouca porcaria.
  • Educação aqui e agora

    PerisséSeria muito conveniente que o MEC exercesse nos próximos anos, tendo Fernando Haddad como dirigente firme e conciliador, papel de destaque no cenário nacional.
  • Governo Serra: a agenda da paulada

    José SerraHá uma verdadeira agenda de pauladas, que tem como objetivo a imposição de um ajuste fiscal ainda mais rigoroso em São Paulo e um avanço no processo de privatização nos serviços públicos.
  • Democracia participativa e plebiscito

    VotosA democracia representativa ou indireta se diferencia da democracia participativa ou direta. Entretanto, elas não se excluem, ao contrário, podem conviver perfeitamente.
  • Navalha em quem?

    Polícia FederalPor um lado, do mesmo modo que em outras operações anteriores, a PF está colocando a nu algumas das mazelas do sistema político brasileiro. Por outro, com a participação ativa e entusiástica da mídia, parece estar inebriada com suas ações.
  • Determinismo apocalíptico

    BrasilInfelizmente temos um governo mergulhado na pobreza, de recursos financeiros e de recursos técnicos e criativos. O resultado dessa pobreza é a prorrogação da CPMF, a espoliar o povo brasileiro.
  • Dialética da gratidão

    maobelindia.gifO ser humano que reage a esta realidade movido por compaixão tem a sua militância firmemente enraizada na sensibilidade à vida. Este compromisso não envelhece, ao contrário: a maturidade vai abrindo novas dimensões do amor.
  • O caminho é outro

    Aquecimento globalA visão espiritualista de que a Terra (ou a terra, tanto faz) é nossa Mãe precisa ser compreendida e aceita pelas mentes que tomam as decisões sobre o futuro da sociedade. Virar as costas para esta realidade é como um suicídio coletivo.
  • Jornada de lutas dá início ao fortalecimento da esquerda brasileira

    23 de maio
    Militantes ocupam a av. Paulista durante a jornada de lutas de 23 de maio (Foto: Mateus Alves) 
  • De volta às ruas e às manchetes

    O que aconteceu no dia 23 foi apenas um despertar - um despertar que revela, sem dúvida, a superficialidade do proclamado estado de satisfação da massa popular com as políticas assistenciais do governo.
  • Trabalhadores pedem justiça e Lula responde com o exército

    justicahomem.gifLula gostou da companhia daqueles que sempre detiveram o poder e não hesita em usar o autoritarismo para passar por cima do povo.
  • Corrupção sistêmica

    dinheirocorpomulher.jpgEm todos os escândalos, nos anteriores, nos que estão em curso e nos que virão, vige a mesma marca: a micro-política que sustenta a macroeconomia da exclusão.
  • 23 de maio: oportunidade histórica para a reaglutinação da esquerda

    23 de maio
  • Aborto: por uma legislação em defesa da vida

    jesusborboleta.jpg Ao longo da história, a Igreja nunca chegou a uma posição unânime e definitiva em relação ao aborto. Oscilou entre condená-lo radicalmente ou admiti-lo em certas fases da gravidez.
  • TV pública "pegou no breu" mesmo?

    MídiaApesar deste justificado otimismo, já que o Fórum superou todas as expectativas e teve amplo respaldo do governo, ainda há muitas dúvidas sobre o futuro da TV pública. Artigo de Altamiro Borges.
  • Mídia chora pela RTCV venezuelana

    MídiaNo seu luto de autopreservação, a mídia hegemônica brasileira difunde versões das mais falsas e cínicas. A RCTV, que é hoje o principal “partido golpista da direita” da Venezuela, é apresentada como uma televisão neutra. Artigo de Altamiro Borges.
  • Seqüestrados & seqüestradores

    Prisões brasileirasA intromissão proconsular das câmaras da Globo no Galpão da Quinta, do presídio Evaristo de Moraes, mostrou que, no Rio de Janeiro, como no Brasil, os prisioneiros conhecem condições de vida que não podem sequer ser comparadas às pocilgas nacionais. Por Mário Maestri.
  • Uma resposta feminista à vinda do papa ao Brasil

    Direito ao abortoComo resposta a esta e outras recentes ofensivas ideológicas contra a autonomia da mulher, mais uma vez as feministas brasileiras e outros setores sociais articulam-se para defender uma de suas bandeiras históricas: a legalização do aborto.
  • São Paulo cidade global, de Mariana Fix

    São PauloA urbanista Mariana Fix ajuda a compreender como surgiu esta "nova São Paulo": as conexões entre capital imobiliário e financeiro; as parcerias público-privadas e as novas formas de exclusão social.