Edição 550

  • A lei antigreve do governo Lula II

    Direitos trabalhistasUma no cravo e outra na ferradura: ontem, o veto presidencial à Emenda 3 da precarização do trabalho; hoje, uma brutal regressão no direito de greve dos trabalhadores. Por Altamiro Borges.
  • Serra em São Paulo: um governo à deriva?

    José SerraAfinal, qual é o plano de Serra para São Paulo? Até agora, ninguém sabe. O governador diz que o Metrô e o Rodoanel são suas prioridades absolutas, mas essas são obras já em andamento.

  • Projeto do governo quer acabar com direito de greve

    TrabalhadoresNão estamos diante de uma “regulamentação”, mas sim de uma tentativa de acabar com o direito de greve nos serviços públicos, e quebrar os sindicatos que os representam.
  • Atraso e moderno na visita do papa

    VaticanoAssentada em valores que são ao mesmo tempo superados e superáveis – o devocionismo arcaico, reapresentado em forma fetichista pelo consumo fiel –, a Igreja consagra-se inimiga da libertação do homem: tanto do passado como do presente.
  • Macartismo à polonesa

    PolôniaA Polônia mantém tropas no Iraque e no Afeganistão e é acusada de abrigar prisões secretas da CIA, onde suspeitos de terrorismo, seqüestrados em outros países, passam por interrogatórios e torturas.
  • TV pública não pode ser estatal e nem gerida pelo governo

    Lula e Franklin Martins
    Lula e Franklin Martins, secretário de Comunicação Social: trabalho delicado
    na criação da TV pública nacional (Foto: Ricardo Stuckert/Abr)
  • Unidade é o que importa agora

    Na política é indispensável não perder o momento. Os protestos do dia 23 são o momento oportuno para que esses partidos e tendências revejam suas posições e venham retomar o lugar que sempre quiseram ter no espectro político do país.
  • Alento para os carentes

    Impostos Cumpre, agora, completar a política distributiva: fornecer os recursos para os municípios prestarem os serviços públicos e realizar as obras públicas, que o seu povo carente necessita.
  • O papa do anátema

    Bento XVIEntre as qualidades do novo papa, versado na doutrina, a de maior realce é a sua condição de intelectual sofisticado. Um Maquiavel na condição de príncipe.
  • Papa no Brasil: manchetes e realidade

    Bento XVIBento XVI se considera um cruzado investido da missão de salvar a Igreja diante desse mundo “secularista, hedonista, relativista”, termos repetitivos em seus pronunciamentos.
  • Anotações sobre as notas

    seloperisse.gifAvaliar é uma das tarefas mais difíceis da tarefa docente. Porque estamos falando em avaliar o conhecimento que uma pessoa adquiriu, que um jovem, que uma criança assimilou.
  • Propostas para a Previdência cogitam sua desvinculação da Seguridade Social

    Luiz Marinho

    Luiz Marinho, ministro da Previdência (Foto: José Cruz/ABr)

     

  • Crises no pacto capitalista

     

    CapitalO pacto entre capitais estatais e capitais privados nacionais e estrangeiros não foi isento de distúrbios e crises profundas.

  • Rio Madeira vivo

    Rio MadeiraAestratégia adotada pelos idealizadores da campanha popular “Viva o Rio Madeira Vivo” é fundamental para que se tenha uma perspectiva melhor da dimensão dos problemas sociais e ambientais associados a estas obras. Por Rodolfo Salm.
  • Lula e a nova regressão do trabalho

    lulasetas.jpgSe não bastasse a acirrada luta contra a Emenda 3, os trabalhadores também estão diante de outras graves ameaças. O Fórum Nacional da Previdência Social, a instância tripartite criada pelo governo, orquestra novos ataques aos direitos previdenciários. Artigo de Altamiro Borges.
  • Nobreza agrária no século 21

    Reforma AgráriaNa há contradição econômica insuperável entre produção de alimentos, modernização tecnológica e agricultura camponesa e familiar, desde que combinadas com formas associativas de produção, comercialização e agroindustrialização. Por Osvaldo Russo.
  • Estados Unidos e Irã: contradição no posicionamento nuclear

    BushHá uma contradição no comportamento da presente administração estadunidense, ao exigir do Irã o desmantelamento de seu programa nuclear, mas, ao mesmo tempo, ampliar o seu próprio nível de investimentos no setor.