0
0
0
s2sdefault

altAdeus companheiro Georges. Um Dia Foste Embora, tinha que ser. Obrigado. Nunca deixarei de te ouvir e de te cantar: "Adolescência" e... "Dire qu'il faudra mourir un jour".

0
0
0
s2sdefault

altO Correio da Cidadania publica artigo do sociólogo do trabalho Ruy Braga sobre o falecimento do intelectual e militante de esquerda Edmundo Fernandes Dias, ocorrido na última quinta-feira, 2 maio de 2013.

 

0
0
0
s2sdefault

altUma das principais bases políticas da resistência ao regime militar, a Ação Popular defendeu a luta armada para derrubar a ditadura.

0
0
0
s2sdefault

alt O Correio publica entrevista concedida à jornalista Patrícia Benvenuti, do Jornal Brasil de Fato, 3/02/2013.

 

0
0
0
s2sdefault

altValdomiro Jambeiro, com a sua simplicidade militante, nos legou uma lição: de como se pode ser comunista por toda uma vida.

0
0
0
s2sdefault

altResponsáveis por um dos mais bárbaros massacres realizados na América Latina, as forças militares e civis que participaram do golpe, direta ou indiretamente, apoiadas pelo imperialismo estadunidense, tudo fizeram e tudo fazem para que não se faça plena luz sobre os acontecimentos.

 

0
0
0
s2sdefault

altEm livro recém-lançado, o fundador do WikiLeaks alerta os países da América Latina sobre o uso e controle da rede pelos Estados Unidos.

0
0
0
s2sdefault

altPublicado em 1959, Rebeliões da Senzala efetuava ruptura epistemológica ao propor que a “imensa massa escrava” impulsionara a “economia colonial” e esmagara “quase inteiramente o trabalho livre”.

0
0
0
s2sdefault

altMembro de uma geração cheia de contradições e de impasses, mas cujos melhores representantes não vacilaram em apostar a vida nas suas convicções. E Leonel esteve entre eles.

0
0
0
s2sdefault

altLi, entre tantos textos divulgados essa semana, a frase: "Os índios não são assim tão bonzinhos". E é a mais pura verdade. Não são e nem têm porque ser.

0
0
0
s2sdefault

altA juventude estará no centro das atenções da Campanha da Fraternidade. Muito oportuna a opção da CNBB de fazer da juventude o tema central deste ano. E, de novo, o confronto do carnaval com a quaresma se torna símbolo da situação.

0
0
0
s2sdefault

altHá, aliás, um conjunto de argumentos que são cansativamente recorrentes por parte de vários tipos de poderes, sejam governos, autarquias, direções políticas ou associativas.