CPT divulga dados sobre violência no campo

0
0
0
s2sdefault

 

A Comissão Pastoral da Terra (CPT) divulgará na próxima segunda-feira (16) os mais recentes dados sobre os conflitos e violência no campo. O levantamento faz parte da publicação anual "Conflitos no Campo Brasil 2006" e pretende expor a real situação na questão agrária no país. No ano passado, foram assassinadas 39 pessoas em conflitos no campo. O lançamento acontecerá na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), às 9h30, em Brasília.

 

 

Além de revelar os dados sobre ameaçados de morte, tentativas de assassinatos, despejos e ocupações, a publicação traz análises, a partir dos dados, feitas por intelectuais, pesquisadores e agentes da CPT.

 

Entre os enfoques estão os conflitos gerados pela posse de territórios pertencentes às comunidades tradicionais, pelo acelerado desmatamento da Amazônia, pelo acesso à água e os conflitos trabalhistas. A CPT faz o registro dos dados com o objetivo de denunciar a realidade no campo, que muitas vezes é maquiada ou esquecida, sempre sob a perspectiva do protagonismo dos trabalhadores e trabalhadoras rurais.

 

A obra Conflitos no Campo Brasil foi editada pela primeira vez em 1985, e, desde então, vem melhorando a sua qualidade e tem sido referência entre as entidades e movimentos do campo, no meio acadêmico, entre organismos internacionais, órgãos governamentais e a imprensa. Em 2002, a obra foi reconhecida como publicação científica pelo Instituto Brasileiro de Informação e Ciência e Tecnologia (IBICT).

 

Fonte: Adital

http://www.adital.org.br/site/noticia.asp?lang=PT&cod=27114

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados