0
0
0
s2sdefault

faixadegaza.jpgAs sanções de Israel constituem crime de guerra pela IV Convenção de Genebra. De pouco adianta. Nenhum governo do ocidente terá coragem de levar os culpados ao banco dos réus.

0
0
0
s2sdefault

bandeira_ira.jpgA Casa Branca tem um plano para derrubar Ahmenadabad: agravar cada vez mais as sanções contra o Irã até levar sua economia ao colapso.

0
0
0
s2sdefault

ft_barack_obama.jpgA escolha de Biden é mais uma prova de oportunismo do candidato da "mudança". Suas apregoadas qualidades de sinceridade, coragem e abertura parecem estar mais no reino da ilusão.

0
0
0
s2sdefault

bandeira_ira.jpgComo as coisas andam, as soluções estão longe de acontecerem. Dificilmente antes das eleições de novembro. Nem por isso o Irã está livre de ser bombardeado.

0
0
0
s2sdefault

ft_barack_obama2.jpgObama não nomeou para as áreas de política externa e da segurança nacional  é muito curioso um presidente convidar para altas posições no seu governo justamente quem não concorda com ele.

0
0
0
s2sdefault

bandeira_paquistao.jpgAlçado ao poder no Paquistão, em 1999, via golpe militar, o general Pervez Musharraf tornou-se um dos maiores aliados dos Estados Unidos no Oriente.

0
0
0
s2sdefault

bush_tragicomedia.jpgSaakashvili acreditou em Bush quando o presidente americano, no ano passado, prometeu solenemente estar ao lado do seu aliado em qualquer circunstância.

0
0
0
s2sdefault

ilus_chibata.jpgDepois de séculos, primeiro escravizando e depois explorando impiedosamente a África, a América Latina e parte da Ásia, a Europa parece não ter esgotado seu arsenal de desgraças.

0
0
0
s2sdefault

bandeira_iraque.jpgComparando com a situação atual, o exército americano perde sua autonomia e sua ação fica seriamente restringida e submetida ao comando iraquiano.

0
0
0
s2sdefault

crise_bolivia.jpgA elite econômica e os políticos de direita não podem aceitar um governo que deseja redistribuir a renda e não se acredita que a moderação do governo acabe acalmando os ânimos.

0
0
0
s2sdefault

eua_dragao_garfo.jpgHá um projeto, apresentado por Obama, que cria leis para punir os mercenários. A indústria militar é contra. Mãos livres para eles é algo que ajuda a perpetuar a guerra, sua grande fonte de lucros.

0
0
0
s2sdefault

bandeira_iraque.jpgÉ o mês que Bush em quer ver suas iniciativas aprovadas. É quando ele pretende pavonear-se como vencedor da guerra, já que teria conquistado seu petróleo e uma posição dominante no país.