0
0
0
s2sdefault

A ideia é matar o maior número possível de talibãs, especialmente combatentes graduados, para compensar o enfraquecimento das forças que defendem o governo central. Por isso, em 2013 e 2014 devem ser incrementados ao máximo os ataques de drones contra talibãs.

0
0
0
s2sdefault

altEmbora o poder de destruição das armas químicas seja terrível, a verdade é que seria estranho Obama preocupar-se com isso, depois de permanecer praticamente indiferente diante da morte de 40 mil pessoas.

 

0
0
0
s2sdefault

altAparentemente, o governo de Tel-aviv ainda não se decidiu entre dois caminhos possíveis: a) invadir e ocupar Gaza, matando ou prendendo o maior número possível de militantes do Hamas e outros movimentos afins; b) continuar bombardeando implacavelmente a Faixa até o Hamas pedir água.

0
0
0
s2sdefault

altNas eleições municipais da Margem Oeste, o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, e seu partido, o Fatah, foram derrotados. Pesou contra Abbas e o Fatah uma série de fracassos.

 

0
0
0
s2sdefault

As entradas de Kerry e de Hagel (especialmente) no governo poderão representar as mudanças tão prometidas e esperadas na política internacional dos EUA. Que influenciará positivamente o progresso na solução dos grandes assuntos do Oriente Médio. Por enquanto, uma esperança que, no cenário sombrio do Oriente Médio, já quer dizer muito.

0
0
0
s2sdefault

altComo Estado não membro da ONU, a Palestina pode agora acionar Israel no Tribunal Criminal Internacional com muitas chances de êxito, pois o governo de Tel-aviv tem cometido repetidas violações das leis internacionais.

0
0
0
s2sdefault

altSe as condições aparentemente não mudaram, por que Obama iria mudar de atitude no Oriente Médio, tornar-se conciliador com o Irã e enérgico com Israel? Talvez porque as condições não serão mais exatamente iguais às que vigoraram até o presente.

0
0
0
s2sdefault

altNeste décimo primeiro aniversário da guerra do Afeganistão, todas as partes – EUA, OTAN, talibãs e governo afegão- só merecem pêsames.

 

0
0
0
s2sdefault

altCom o acordo de 1998, as coisas ficaram mais calmas na Irlanda do Norte. Embora ainda alguns exaltados do IRA, de raro em raro, cometam um atentado e as lutas entre grupos – por vezes multidões – de católicos e de protestantes não tenham acabado de todo. O caso Finucane, que parecia esquecido, voltou a emocionar.

0
0
0
s2sdefault

altO Egito ficaria com presidente, mas sem Parlamento, nem Constituição. Morsi declarou: “Uma situação assim poderia provocar o retorno dos generais”.

0
0
0
s2sdefault

altObama e Romney brigaram para mostrar quem ama mais os israelenses. Cada um por sua vez enumerou os motivos que provavam ser seu amor maior e mais sólido. A segurança dos israelenses foi destacada como a grande questão do Oriente Médio.

0
0
0
s2sdefault

altContra certa afirmação capciosa de que ele foi bom para o povo, mas mal para a Venezuela, pois não aperfeiçoou as instituições públicas, parece discutível dissociar “povo” de “Venezuela”.