0
0
0
s2sdefault

altTalvez a justa ira de Obama lhe dê forças para encarar o Leviatã israelense. Ele pode inverter as coisas: exigir de Netanyahu que se conforme com o acordo nuclear que for feito com o Irã e negociar uma paz justa com os palestinos.

0
0
0
s2sdefault

altO contexto explica e anula eventuais condenações. Porém, se a pessoa entende a islamofobia na Europa com base em textos fora do contexto, deveria, por coerência, entender também o antissemitismo. É claro, nem uma nem outra posição é aceitável.

0
0
0
s2sdefault

altO Comitê de Inteligência do Senado promoveu um estudo dos métodos de interrogatório usados pela CIA nos anos seguintes ao atentado contra as torres gêmeas. Depois de cinco anos de trabalho, o relatório mostra que realmente se praticou coisas do arco da velha. Rotineiramente.

0
0
0
s2sdefault

altUm Iêmen sob os Houthis poderia ser mais um az nas mãos de Teerã no jogo pelo poder no Oriente Médio. De outro lado, esse movimento é um precioso aliado na luta contra a al Qaeda, pois a  vem combatendo ferozmente

 

0
0
0
s2sdefault

altNetanyahu já se atritou com Obama – e não foram poucas vezes –, mas desta vez foi demais. A Casa Branca já deixou bem claro que cabe a ele reparar a rachadura que se abriu entre seu governo e os EUA, antes que vire um abismo.

0
0
0
s2sdefault

altAs duas grandes crises internacionais estão próximas do seu desfecho em 2015. Nas questões do programa nuclear iraniano e da Palestina, tudo indica que haverá avanços extremamente significativos, talvez definitivos.

 

0
0
0
s2sdefault

altOs impérios, como o norte-americano, não admitem que outra potência conteste sua hegemonia. É o que a Rússia de Putin tem feito. Em algumas situações, para defender seus interesses.

0
0
0
s2sdefault

altVejamos o que está acontecendo no front sírio: os EUA lutam contra o ISIS e contra Assad; os moderados lutam contra o ISIS e eventualmente aliam-se com eles contra Assad; Assad luta contra os moderados e contra o ISIS.

0
0
0
s2sdefault

altO acordo de cessar fogo na guerra civil da Ucrânia foi um passo importante para a paz. Sem dúvida, uma vitória da União Europeia, que defendia soluções diplomáticas para o problema, contra os EUA favoráveis ao uso da força.

0
0
0
s2sdefault

altA Human Rights Watch, o Artigo 19 e dezenas de Ongs locais soltaram documento acusando o governo de escandaloso aumento na repressão dos protestos e na violência contra a imprensa. O fim das ilusões despertadas pelo presidente Peña Nieto aparece nos números de recente pesquisa de opinião do diário Reforma.

0
0
0
s2sdefault

altO premier israelense não seria nada fácil de dobrar. Ele conta com uma provável vitória do muito mais aliado Partido Republicano nas eleições das duas casas do Congresso, em 6 de novembro.

0
0
0
s2sdefault

altConforme disse o secretário de Defesa, Chuck Hagel, durante audiência no Senado, “destruir o ISIS vai exigir mais do que os esforços militares, vai exigir progresso político na região, e parceiros efetivos no Iraque e na Síria”.