0
0
0
s2sdefault

Segundo os bispos, “o mesmo governo que elabora o Plano Amazônia Sustentável financia e apóia as monoculturas intensivas e extensivas de grãos, de cana-de-açúcar e de eucalipto, incentiva mineradoras e siderúrgicas, e pouco ou nada faz para combater a grilagem, adequar e atualizar os índices de produtividade dos imóveis rurais e regularizar a posse da terra das populações tradicionais da Amazônia”.