0
0
0
s2sdefault

A afirmação “alimento não é mercadoria” não encontra respaldo na realidade e no imaginário das pessoas comuns.

0
0
0
s2sdefault

A ambientalista e economista Amyra El Khalili estreia como colunista do Correio da Cidadania.

0
0
0
s2sdefault

altDe princípio poluidor-pagador, tornou-se “princípio receptor-beneficiador”. A única forma eficaz de combater as mudanças climáticas é, definitivamente, deixar os combustíveis fósseis no subsolo e acabar com a imoralidade de colocar preço no CO2.

 

0
0
0
s2sdefault

altAo buscar o significado destas sensações no livro “A Velha - Mulher de idade, sabedoria e poder”, Walker revela o que existiu nas sociedades matriarcais. A autora, feminista, detalha fatos históricos.

 

0
0
0
s2sdefault

Ela não se limita a incluir as variáveis ambientais no debate político-econômico. Vem como um pacote forjado pelo setor financeiro.

0
0
0
s2sdefault

A esse avanço do capitalismo neoliberal chamamos de “financeirização da natureza”.

0
0
0
s2sdefault

altEm 8 de julho, nossas redes comunicaram o assassinato de mais uma ativista em Honduras, a companheira de Berta Cáceres, Lesbia Yaneth, membro do Conselho Cívico de Organizações Populares e Indígenas de Honduras (Copinh).

 

0
0
0
s2sdefault

altOs que propõem a financeirização da natureza argumentam que, sem pagar, não é possível manter as florestas em pé, ter rios limpos, a cidade limpa de resíduos , possuir terra sem agrotóxico e químicos, ter o ar respirável sem reduzir gases.