Greve dos metroviários tem mais de 90% de adesão e conta com apoio da população

0
0
0
s2sdefault

O dia 15/3, Dia Nacional de Luta Contra as Reformas da Previdência e Trabalhista, teve forte adesão em todo o país. Foi uma clara demonstração de que os trabalhadores não aceitarão abrir mão dos seus direitos.

O governo de São Paulo, numa atitude irresponsável, operou pequenos trechos do Metrô com supervisores que têm treinamento precário, colocando em risco a população. Os metroviários, que garantem no dia a dia o funcionamento do sistema de maneira segura, repudiam essa prática.

Na cidade de São Paulo, a paralisação que contou com a participação do setor de transportes, educação, serviços públicos em geral, metalúrgicos, químicos e dos movimentos sociais, obteve forte apoio da população.

A paralisação do Metrô seguiu até o final desta quarta-feira e juntos com os demais trabalhadores iremos derrotar os planos do governo Temer e Congresso Nacional.

A luta dos trabalhadores terá continuidade para colocar para fora o governo Temer e derrotar as Reformas da Previdência e Trabalhista.

Fonte: Metroviários SP.

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados