Correio da Cidadania

“As peças escolhidas para o governo de Bolsonaro são simples acessórios da radicalização do neoliberalismo”

Gabriel Brito, da Redação
0
0
0
s2sdefault

O governo Bolsonaro não começou, mas suas nomeações já convivem com as diversas artilharias inimigas, algumas das quais reforçadas pelo próprio passado de seus membros. De franco atirador de redes sociais à vidraça, seria uma síntese simplória. Pra debater os primeiros rumos sugeridos por sua equipe de transição, entrevistamos o jornalista e ex-deputado federal Milton Temer.

Nesta Edição

López Obrador, o equilibrista

Manuel Aguilar Mora
0
0
0
s2sdefault

Entre o apoio popular e as estruturas sistêmicas, o novo presidente mexicano terá enormes desafios.

A rebelião peculiar dos “coletes amarelos”

Nuno Ramos de Almeida
0
0
0
s2sdefault

O capitalismo tirou-lhes direitos e conforto; a esquerda não oferece saídas. Suburbanos, empobrecidos e rebelados, param a França.

Um dia com William Bonner e nove mestres da USP

Laurindo Lalo Leal Filho
0
0
0
s2sdefault

‘Essa o Homer não vai entender’, diz convicto, antes de rifar reportagem que, segundo ele, o telespectador médio não compreenderia.

A ideologia delirante de Ernesto Araujo

Alexandre Araújo Costa
0
0
0
s2sdefault

A capacidade de inversão da realidade por parte da ultradireita impressiona.

Com repressão, Trump tenta barrar migrantes

Gerardo Villagrán del Corral
0
0
0
s2sdefault

Cansaço começa a abater centro-americanos, também pressionados pela repressão militar ordenada por Trump.

Esquemas de certificação incentivam concentração de terras, violência e destruição

WRM
0
0
0
s2sdefault

Plantações supostamente sustentáveis cerceiam acesso de comunidades aos seus bens naturais de direito.

Felizes os que promovem a paz e infelizes os que vão à guerra

Frei Marcos Sassatelli
0
0
0
s2sdefault

O importante é saber qual é a representação que Jair Bolsonaro tem de Deus.

O perigo vem de Washington

Luiz Eça
0
0
0
s2sdefault

Em dois anos, sobram gestos autocráticos de Trump que geram instabilidade e empobrecimento globais.

Estados de espírito

Frei Betto
0
0
0
s2sdefault

90% dos brasileiros ganham, por mês, muito menos que o auxílio-moradia dos juízes, que é de R$ 4.378.

Entre o pavonismo e a ausência de autocrítica

Maristella Svampa
0
0
0
s2sdefault

Dias antes do G-20, encontro das esquerdas em Buenos Aires ficou marcado pela autocomplacência das velhas lideranças.

José Lins do Rego e a paixão pelo Flamengo

Nilso Ouriques
0
0
0
s2sdefault

Foi sem dúvida a figura intelectual brasileira mais exemplar para estabelecer a união, a ponte, entre a literatura brasileira e o futebol.

A burrice como opção

Ponte Jornalismo
0
0
0
s2sdefault

O desprezo pela inteligência é uma característica marcante das políticas de segurança pública do Brasil.

"A vida humana não é uma prioridade no Brasil”

José Cícero da Silva, Agência Pública
0
0
0
s2sdefault

Entrevista com Ibis Pereira, ex-comandante geral da PM do Rio de Janeiro.

Novo governo não é retrocesso; é renovação ampliada da dependência brasileira

Maria Orlanda Pinassi
0
0
0
s2sdefault

A realidade política é sincrética, funde democracia eleitoral, fascistização e tecnocratização da estrutura societária.

Reforma da Previdência fica para 2019 depois de dois anos de insucesso

Guilherme Costa Delgado
0
0
0
s2sdefault

A complexidade do tema desafia enfoques teórico-doutrinários restritivos.

A "prosperidade" como inimiga do Clima

Alexandre Araújo Costa
0
0
0
s2sdefault

Último relatório do IPCC confirma que a vida do “Senhor Carbono” é matematicamente insustentável.

Política

Brasil nas Ruas

Social

  • Manter os pobres “no seu lugar” Elaine Tavares 06/11/2018

    Vamos presenciar mais um longo momento de arrocho e sofrimento para a maioria da população.

  • O evangelho Segundo o Poder Roberto Malvezzi (Gogó) 01/11/2018

    Jesus, porém, foi para o monte das Oliveiras. Ao amanhecer ele apareceu novamente no templo...

  • Estado laico: Estado do Povo Frei Marcos Sassatelli 23/10/2018

    Outro Brasil é possível e necessário! Os trabalhadores precisam, com urgência, tomar as rédeas do Estado.

  • ElesNão Rafael Castilho 02/10/2018

    ElesNão vão desaparecer. Continuarão por aí, buzinando, falando alto. Com raiva. O combustível do neofascismo é a infelicidade.

Economia

Internacional

Meio Ambiente

Cultura e Esporte